A Crisina é um flavonóide encontrado em hortelã (Radix scutellariae), cola de abelha (própolis), maracujá azul e mel.

Os flavonóides são substâncias naturais encontradas em uma variedade de plantas que podem ter vários efeitos biológicos significativos.

Os suplementos dietéticos feitos a partir desta substâncias estão disponíveis comercialmente.

Estudos sugerem que a suplementação com crisina pode ter alguns benefícios para a saúde.

Para conhecer mais sobre esta substância, benefícios, para que serve e efeitos colaterais, confira algumas informações passadas pela especialista em nutrição Manuela Jobst.

Mecanismos de ação

Há evidências de que a crisina pode diminuir a atividade celular da molécula de NF-KB, que desempenha um papel crítico no controle da inflamação, imunidade, divisão celular e sobrevivência celular.

Este poderoso flavanoíde também pode interagir com o local de ligação da COX-2 e atuar como um inibidor competitivo.

A COX-2 tem um papel fundamental na indução de inflamação e diminuição dos níveis de prostaglandina E2.

Estudos realizados sugerem que a crisina pode ter efeitos anticancerígenos, devido à ativação da via de sinalização Notch1.

Sendo assim, vamos ver a seguir quais seus principais benefícios.

Benefícios

São diversas as atuações da Crisina no organismo. Entre tais, podemos destacar o combate a:

  • Ansiedade;
  • Inflamação;
  • Infecção por HIV/AIDS;
  • Impotência;
  • Calvície;
  • Prevenção do câncer;
  • Outras condições.

Como tomar

Atletas que participam das Olimpíadas da Europa relatam que tomar 1-3 gramas de crisina por dia é uma dosagem segura e eficaz.

Claro que, para garantir sua segurança e os melhores resultados é importante seguir as instruções encontradas no rótulo do suplemento.

A posologia recomendada é de meia dose cerca de 30 minutos antes do malhar, enquanto toma a outra metade na hora de dormir.

Efeitos colaterais

Por ser um produto natural, a crisina é comumente segura para todos. Entretanto, é importante sempre buscar orientação médica antes de iniciar a suplementação.

Indicações

A nutricionista Manuela Jobst recomenda o uso da crisina para tratar e otimizar o funcionamento do organismo.

Para facilitar o entendimento, listou as seguintes indicações:

  • Reduzir a depressão;
  • Reduzir a inflamação;
  • Normalizar os níveis de açúcar no sangue;
  • Apresentar efeitos protetores no coração, fígado e rins;
  • Melhorar o desempenho atlético.

Em conclusão

Demonstrou-se que este suplemento exerce várias atividades farmacológicas benéficas.

A crisina tem efeitos anticancerígenos, antivirais, antidiabéticos, neuroprotetores, cardioprotetores, hepatoprotetores e renoprotetores, bem como efeitos gastrointestinais, respiratórios, reprodutivos e oculares.

Ademais, garante benefícios a pele através da modulação da via de sinalização envolvida na apoptose, estresse oxidativo e inflamação.

Estudos indicaram que uso deste composto poderia melhorar:

  • Câncer de mama;
  • Trato gastrointestinal;
  • Fígado e hepatócitos;
  • Bexiga;
  • Sistemas reprodutivos masculinos e femininos;
  • Trato respiratório;
  • Células sanguíneas;
  • E muito mais.\

Para obter mais informações sobre este e outros suplementos, não deixe de acessar o site Olivre Saúde, lá você encontrará artigos originais da Manuela Jobst.

Categorias: Uncategorized

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *